Archive for the 'Literatura' Category

Luciano de Samosata

É frequente ouvirmos que a ficção científica começa com Júlio Verne, e as suas excelentes obras de ficção. Descobri, recentemente, que é engano meu (e de muitos outros). A ficção científica começa, tanto quanto esteja registado, com Luciano de Samosata e a sua descrição de uma estranha viagem à Lua, em que ocorrem estranhas campanhas contra os habitantes do Sol, no meio dos céus. A ler.

Da Literatura e da Solidão

Creio que seja uma conclusão antiga, que já tenha sido testada pelo tempo em diversas ocasiões. Mas hoje aprouve-me escrever sobre ela: que os livros, especialmente aqueles que contam uma história, seja ela verosímil ou fantástica, ajudam a aliviar a solidão. Fazem-no transportando-nos para um mundo diferente, absorvem-nos nos seus detalhes, nos seus personagens ou nas suas interacções. Populam o nosso imaginário. São um dispositivo de alienação de uma realidade que é demasiado severa para aqueles que nela existem.

Porventura guerrear contra moinhos não seja assim tão nefasto, afinal.

Estética com Homero

Não, não se trata da discussão sobre as preferências estéticas do poeta cego que compôs a Ilíada e a Odisseia. Trata-se do facto de ontem à noite eu ter ido ao barbeiro cortar o cabelo, comprido e desgrenhado, e ter saído do centro comercial com uma cópia da Ilíada de Homero na mão e com menos 31 euros na carteira.

Já estava farto do cabelo comprido e de ler a Ilíada no ecrã de um computador.

Dos Monumentos Literários – 08/03/09

All civilization comes through literature now, especially in our country. A Greek got his civilization by talking and looking, and in some measure a Parisian may still do it. But we, who live remote from history and monuments, we must read or we must barbarise.

– William Dean Howells

The Rise of Silas Lapham


Súbditos não! Somos Cidadãos!

Monismos

Categorias do Ser

Micro-solipsismos